Serviços

Planejamento

O Planejamento na administração é fator primordial para que se possa com tranqüilidade enfrentar as diversas situações do dia-a-dia e ainda, acertadamente tomar decisões, que farão a diferença na gestão administrativa. 

O Planejamento envolve agir de forma cumulativa no sentido de realizar metas e de melhorar o que acontece. Somente quando se dedica sistematicamente à reflexão, ao questionamento e ao acompanhamento de metas em horizontes de tempo maiores é que se começa a planejar de verdade. Uma coisa é se adaptar às circunstâncias, outra é tentar mudá-las. 

Uma coisa é eficiência, outra é eficácia. Qualidade não é apenas realizar a rotina de forma satisfatória. Também é mudar a rotina melhorar e criar novas rotinas (inovação). Organização é a forma de dar conta da rotina de forma continuada e eficiente. O planejamento requer uma quebra da rotina e compete com ela, num aparente conflito. Temos de ceder de um lado para dar atenção ao outro de maneira equilibrada, pois ambos são importantes. 

O Planejamento é um processo em três níveis. 

Político: definição de valores e metas. 

Estratégico: planejamento e acompanhamento de objetivos intermediários. 

Tático: aplicação e adaptação da estratégia à realidade. 

Política é a arte do presidente, estratégia é a arte do general, tática é a arte do sargento e a batalha é a sina do soldado. 

A maioria das pessoas vai para a batalha sem ter nem tática. 

O planejamento envolve ferramentas e hábitos adicionais e distintos daqueles que atendem à organização. Quando ambos se misturam (ao invés de se integrarem), o planejamento sempre perde, pois o longo prazo é visto como algo indefinido que sempre pode esperar (ou atrasar) um pouco mais. A ilusão de ótica temporal distorce o próximo, que sempre parece maior do que o distante. 

*Artigo de Jaime Wagner, Fundador e diretor da PowerSelf Desenvolvimento Pessoal é autor dos livros “O Entregador de Sonhos – Reflexões de um Empreendedor” e “A Arte de Administrar o Tempo”.